quarta-feira, 25 de maio de 2011

As diferentes verdades bíblicas

 

Quem conhece bem a biblia, não deixa de notar a enorme diferença entre o deus irascível e vingativo do antigo testamento para o pai amoroso e misericordioso do novo... por que é assim? Na época em que os "deuses" viviam entre nós, a Terra era dividida em regiões que eram protetorado de um "deus" diferente. O Oriente Médio era protetorado de Enlil, assim como a África era de Enki e a América do sul de Ningishida (Quetzalcoatl), filho de Enki.

O antigo testamento é baseado única e exclusivamente nos ensinamentos de Enlil, o protetor do povo judeu. Enlil tinha uma inimizade com seu irmão Enki pelo fato de este ter "brincado de Deus" e ter criado o homem e por diversas vezes Enlil intentou destruir a criação de seu irmão. Entretanto, depois de aceitar que a humanidade era essencial para a sobrevivência anunnaki, Enlil decidiu manter seus protegidos "na rédia curta" e passou a maioria dos ensinamentos e estórias que vemos no antigo testamento. É dele a "conversa fiada" de que a serpente mentiu para Eva e bla-bla-blá. Não era nada interessante para Enki que os escravos humanos descobrissem que ele não era o Senhor todo-poderoso e que eles também eram divinos.

Já Jesus, veio aqui para nos contar a verdade. Ele não se preocupou em tentar desfazer o estrago que os outros deixaram. Ele veio, viveu e nos mostrou a verdade fundamental de que nós somos "filhos de Deus", isto é, da mesma natureza que ele, e que devemos deixar de viver como animais e passar a viver como seres elevados que somos. 

Jesus plantou a semente

Alguns podem pensar que Jesus não foi tão bem sucedido em sua missão, visto que o homem não mudou muito desde então. Devo discordar dos que pensam assim. O mestre, desperto e plenamente ciente de sua natureza divina, sabia que despertar a humanidade não era tarefa para o tempo de uma única vida. O que ele fez foi plantar a semente que está germinando na atualidade, mas que pode ter seus efeitos sentidos desde a séculos. Pare para pensar um pouco; Antes de Jesus vir aqui, a diversão dos homens era levar seus escravos para arenas para se matarem ou serem comidos por feras. Antes de Jesus descer, a escravidão era o regime político mais comum entre as nações. Demorou alguns anos para os efeitos de seus ensinamentos darem seus primeiros frutos, mas não tenha dúvida de que foi a crença judaico-cristã que levou o mundo a abolir tamanhas atrocidades, apesar de muitas outras continuarem nos perseguindo.

A verdade que não é pregada

Durante todos os anos que passei indo a igreja, nunca vi nenhum pastor pregar sobre os trechos bíblicos que postei acima. Por que?! Pelos mesmos motivos que fizeram Enki ensinar o que ensinou: Controle. Se o Pastor sair por aí pregando que Deus está dentro de nós, que nós somos particulas divinas e que não necessitamos de alguém que nos ensine coisa alguma, pois a verdade está dentro de nós, se disser que não precisamos ser salvos de nada, quem permanecerá sobre seu julgo? Ninguém! Todos são mantidos fiéis por causa do medo de ser lançado no "lago de fogo" se não seguir à risca a "doutrina" ensinada pelo Sacerdote. Esse é o motivo de ignorar certos ensinamentos e enfatizar outros. Hoje, com certeza, os cristãos teriam a mesma reação que os antigos judeus tiveram se Jesus aparecesse dizendo-lhes que Deus está dentro de cada um deles.

Fonte: Aquele que Busca

Um comentário:

RealityZone disse...

LOL
About two hours ago I had a small debate with a Baptist Pastor.
I told him that God was with in Self.
He went crazy. LOL